COMO FAO PARA CONVERTER UM TEXTO DO WORD PARA PDF

Kigagul The Government also sought expert advice from the Council of Europe. The Commission did not identify any requirements of transformae framework Agreement that could have excluded any operators from bidding. Does the Commission believe that this project breaches the Water Framework Directive? It has also developed specific programmes in schools to prevent early school leaving. The Commission shares the views of the Honourable Member on the importance and the urgency to take action to enhance the level of cybersecurity arquivi the European Union. In marketing these financial products financial institutions should have provided large quantities of information about them and warned their customers of the precise risks they would be running.

Author:Vigrel Akinozuru
Country:Lithuania
Language:English (Spanish)
Genre:Politics
Published (Last):18 June 2011
Pages:175
PDF File Size:2.74 Mb
ePub File Size:17.34 Mb
ISBN:268-2-78819-908-4
Downloads:32837
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Mikalrajas



Zambelli 2 Comentrio Popular em Atos Atos Depois despediu-se dos irmos e navegou para a Sria, acompanhado de Priscila e qila. Antes de embarcar, rapou a cabea em Cencria, devido a um voto que havia feito. Paulo permaneceu em Corinto por um ano e meio, durante sua segunda viagem missionria Despediu-se dos irmos e partiu para Cencria, porto no istmo1 de Corinto, junto de Priscila e quila.

Em Cencria, onde tambm havia uma igreja Rm Seu destino final era a Sria, onde estava a igreja de Antioquia, ponto de partida de suas trs primeiras viagens. Sobre o voto: apesar de ser gramaticalmente possvel que tenha sido quila quem fez o voto, o contexto no o permite.

A Bblia nos fala sobre vrios votos. Jac fez um voto barganha , Absalo, Jeft, Ana e outros fizeram. Moiss escreveu vrias leis relativas a votos. O voto de 1 Terra que liga uma pennsula ao continente. Zambelli 3 Comentrio Popular em Atos nazireu Nm 6 , por exemplo, possivelmente o mais conhecido deles, levava o israelita a se abster de vrios lquidos e alguns alimentos.

Impedia-o de estar na presena de cadveres e o obrigava a deixar o cabelo crescer, para depois ser raspado e queimado no devido local, na entrada da Tenda do Encontro Nm 6. Alguns comentaristas como John Gill, Matthew Henry, Joo Calvino e at mesmo o escritor de um comentrio catlico2 creem que Paulo fez o voto de Nazireu, mas como algum ciente que era livre da Lei. Por outro lado, em outros comentrios encontramos outro ponto de vista: Vincents Word Studies, New Peoples Testament, Robertson Word Pictures, Jamieson, Fausset and Brown Commentary,3 que dizem ser improvvel ou pouco provvel que fosse o voto de nazireu em funo do requerimento da Lei dele ter de ser feito em Jerusalm.

Ademais, alegam que este voto, de rapar a cabea, era comum entre os judeus e gentios como sinal de agradecimento por livramentos.

O voto de nazireu requeria o rapar da cabea em Jerusalm e o cabelo cortado oferecido no templo. Este no podia ser o voto de nazireu. Contra este argumento, todavia, John Stott, favor do ponto de vista que Paulo fez um voto de nazireu, diz que ele poderia cortar o cabelo e ser depois oferecido em Jerusalm e por isso o motivo da aparente pressa de Paulo nos vv. Pessoalmente, no acredito que, luz do texto de Nmeros 6, este pudesse ser um voto de Nazireu, como j dito supra. Ainda assim, numa coisa parece que os comentaristas concordam: Paulo no fez o voto por legalismo.

Todos livros no software livre ESword, verso 9. ABU, p. Ele, porm, entrando na sinagoga, comeou a debater com os judeus. Antes de chegarem a Sria, pararam em feso, que era uma grande cidade comercial, mas no como fora antes do perodo do NT.

L ficava o templo de Artemis Diana em latim , uma das sete maravilhas da poca. A cidade era multicultural e bastante imoral. Paulo foi at uma sinagoga, onde comeou a arguir dialegomai com os judeus. Foi em feso que Priscila e quila ficaram. O texto no revela a razo de Paulo no ter ficado mais. Em feso Paulo teve uma recepo muito mais agradvel que em Corinto, mas ainda assim ele tinha ou quis deixar os judeus que encontrara por l.

Ento, embarcando, partiu de feso. Mesmo Paulo partindo com certa pressa, ele ainda assim disse que se fosse da vontade de Deus retornaria. Segundo Robertson, a frase se for da vontade de Deus era comum entre judeus, gregos e romanos. Ela simplesmente indica um reconhecimento que ns estamos merc de Deus cf.

A histria nos mostra que Deus deu a Paulo a oportunidade de retorno At Paulo ento segue sua viagem, deixando feso. Cesaria era o porto principal da Palestina. Paulo de l subiu para Jerusalm com o intuito de saud-la aspazomai , palavra que implica que Paulo expressou seu afeto e considerao. A NVI, verso utilizada aqui, a nica verso portuguesa que no traz a palavra Jerusalm no v.

De fato o texto grego tambm no a traz. Todavia, a insero do nome da cidade no deixa o texto incorreto, pois a expresso subir e descer era usada para indicar a ida e sada de Jerusalm. Zambelli 5 Comentrio Popular em Atos 23 Depois de passar algum tempo em Antioquia, Paulo partiu dali e viajou por toda a regio da Galcia e da Frgia, fortalecendo todos os discpulos. Depois de Paulo ter passado na igreja que o enviou, Antioquia At 13 , possivelmente para relatar sobre sua segunda viagem missionria e ter suporte para iniciar sua terceira viagem, revisitou seus discpulos em cidades como Pisdia, Icnio, Listra e Derbe, localizadas na Galcia e Frgia.

Era parte do ministrio paulino confirmar os discpulos episterizo , ou seja, fortaleclos. Ele era homem culto6 e tinha grande conhecimento das Escrituras. O texto informa algumas caractersticas sobre Apolo: Era judeu, apesar de seu nome ser referncia a um deus grego; Natural de Alexandria, que era uma cidade egpcia, fundada por Alexandre, o grande, e construda por Dincrates, o mesmo arquiteto do templo de Diana. Apolo possivelmente usufruiu do potencial educativo de Alexandria.

Era um homem culto e tinha grande conhecimento das Escrituras. Devemos entender que Escrituras significava o Antigo Testamento. O texto bblico afirma que ele era culto ou eloquente - logios e poderoso dunatos nas Escrituras. Mais caractersticas sobre Apolo: Instrudo no caminho do Senhor.

Em primeiro lugar faz-se necessrio entender que Senhor kurios deve ser entendido como Deus. Se voc confessar com a sua boca que Jesus Senhor e crer em seu corao que Deus o ressuscitou dentre os Ou eloquente. Zambelli 6 Comentrio Popular em Atos mortos, ser salvo Rm Isso no uma indicao que para a salvao precisamos identificar Jesus como rei, porm, mais do que isso, como Deus, o que de fato Ele!

Seu aprendizado ocorreu de acordo com as Escrituras, ou seja, o Antigo Testamento. Ele falava e ensinava com grande fervor isso uma expresso para dizer que ele falava e ensinava com entusiasmo. Veja Rm Falava e ensinava com exatido akribos exatamente, acuradamente e diligentemente so sinnimos para esta palavra. De fato era correto, entretanto, incompleto, pois Ele conhecia apenas o batismo de Joo Isso significa que ele conhecia a mensagem de Joo Batista: Arrependam-se, pois o Reino de Deus est prximo!

Conhecer somente o batismo de Joo sugere que Apolo reconhecia que o Messias Cristo em grego estava vindo terra. Sugere tambm que ele sabia que o Reino de Deus seria brevemente instaurado. Apolo reconhecia que era necessrio se arrepender dos pecados, pois esta era a mensagem de Joo Batista. Mas ser que ele sabia que o Messias havia morrido pelos pecados da humanidade? Veja o que Paulo diz sobre a importncia disso: Irmos, quero lembrar-lhes o evangelho que lhes preguei, o qual vocs receberam e no qual esto firmes.

Por meio deste evangelho vocs so salvos, desde que se apeguem firmemente palavra que lhes preguei; caso contrrio, vocs tm crido em vo. Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, segundo as Escrituras 1Co E, se Cristo no ressuscitou, intil a f que vocs tm, e ainda esto em seus pecados 1Co Conhecer o ensino de Joo no era suficiente para que as pessoas compreendessem a mensagem do Evangelho, que claramente mostra a graa de Deus alcanando o homem.

Ainda assim, naquilo que Apolo sabia sobre Jesus, ele falava com preciso. Quando Priscila e quila o ouviram, convidaram-no para ir sua casa e lhe explicaram com mais exatido o caminho de Deus.

O evangelho de Joo relata sobre um cego que foi arguido por judeus que investigavam as curas que Jesus realizava. Mesmo com pouco conhecimento, ele respondeu: No sei se ele pecador ou no. Uma coisa sei: eu era cego e agora vejo! Ao lermos Tiago 5. O texto tambm ressalta a forma como Apolo falava: corajosamente parrhesiazomai. Ele era, sem dvida, conhecedor de seu propsito de vida: Vocs, porm, so gerao eleita, sacerdcio real, nao santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz 1Pe 2.

Foi em sua casa que eles lhe explicaram com mais exatido o caminho de Deus. John Gill escreveu: eles no eram permitidos ensinar em pblico, ainda assim, eles podem e devem comunicar privadamente o que eles sabem das coisas divinas, para o uso de outros. Sobre o contedo da conversa, Adam Clarke resumiu: quila e Priscila estavam familiarizados com toda a doutrina do Evangelho; a doutrina de Cristo morrendo por nossos pecados e ressurgindo para nossa justificao.

Nisto eles instruram Apolo. Esta informao era mais exata do que ele havia antes recebido, por meio do ministrio de Joo Batista. Zambelli 8 Comentrio Popular em Atos O texto mostra que Apolo 1 tinha grande conhecimento nas Escrituras, 2 fora instrudo no caminho do Senhor e 3 falava com exatido a respeito de Jesus.

Ainda assim, o texto tambm mostra que era possvel ele ser mais exato. John Wesley disse: Apolo falava com exatido sobre Jesus, mas no com perfeio. Ao chegar, ele auxiliou muito os que pela graa haviam crido, A partida de Apolo foi possivelmente incentivada por quila e Priscila, que julgavam que o treinamento que ele tivera atrairia a ateno de um auditrio Corntio. Ambas so possveis interpretaes. A verdadeira dificuldade interpretativa do versculo se encontra depois.

Para melhor compreenso do texto, a expresso pela graa deve ser entendida corretamente: ela se relaciona aos que haviam crido ou palavra ajuda? Ambas as posies so gramaticalmente corretas, o que gera uma natural divergncia entre expositores.

Alguns creem que a expresso se refere a Apolo: Vincet, citando Meyer, diz que o propsito do texto caracterizar Apolo e seu trabalho e no aqueles que acreditaram. John Wesley diz que a graa foi o dom peculiar que ele tinha recebido; ele era mais capaz de convencer os judeus do que converter os gentios.

Calvino disse que a graa se referia a Apolo e lhe dava condies de ajudar aos gentios, apesar de reconhecer como possvel a outra opo. Howard Marshall, comentarista mais atual, refora que o texto original aceita as duas propostas, mas que prefervel entender o texto como mediante o seu dom da graa, ajudou os crentes. Por outro lado, o comentrio de Jamiesson, Fausset e Brown diz que tal posio contrria a ordem natural das palavras e por isso tambm, o texto deve ser entendido como a graa produzida por Deus naqueles que haviam crido depositaram f.

Albert Barnes tambm parece ser favorvel a esta posio, argumentando ser a forma mais natural e bvia.

BORGES FUNES THE MEMORIOUS PDF

Como estudar sozinho com alguma eficiência

.

SINDROME DE OSGOOD SCHLATTER PDF

COMO FAO PARA CONVERTER UM TEXTO DO WORD PARA PDF

.

EKSPERYMENT MILGRAMA PDF

Atos 18 18-28

.

Related Articles